Campanha Agosto Lilás: União e Conscientização Contra a Violência Doméstica

Campanha Agosto Lilás: União e Conscientização Contra a Violência Doméstica

Mobilização reúne comunidade, especialistas e autoridades para combater um problema ainda presente em nossa sociedade

No último dia 28 de agosto, a cidade testemunhou um evento marcante em sua luta contra a violência doméstica. A Campanha Agosto Lilás trouxe à tona discussões cruciais e ações concretas para combater esse problema persistente. O “dia D” da campanha, que ocorreu nesta segunda-feira, foi marcado por uma série de atividades que visam conscientizar a comunidade sobre os tipos de violência doméstica e a importância de se unir para combatê-la.

Buzinaço e Palestras: Consciência nas Ruas e no Espaço João Alves Moreira

O evento começou com um impactante buzinaço pelas ruas da cidade, simbolizando a urgência de se dar voz a essa causa. Em seguida, o Espaço João Alves Moreira abriu suas portas para uma série de palestras esclarecedoras.

Painel “Por Elas”: Uma Conversa Necessária

Um dos momentos mais significativos da programação foi o painel “Por Elas”, mediado pela dedicada Coordenadora do CRAS, Ana Carolina, que contou com a participação dos convidados especiais, Dr. Felipe Moraes, advogado e Assessor de Gabinete, e Dra. Lorena Taveira, Psicóloga do CRAS.

Ana Carolina destacou o trabalho em rede realizado pelo CRAS em apoio às vítimas de violência doméstica, enfatizando o suporte e assistência fornecidos. Ela revelou números alarmantes, demonstrando que, desde que assumiu a coordenação, atendeu em média uma vítima de violência doméstica por semana, muitas das quais sem apoio familiar, sendo encaminhadas para abrigos próximos. Ela enfatizou que esta campanha é uma luta de todos e instou a comunidade a denunciar e não ser omissa diante desses casos.

O Dr. Felipe Morais abordou o surgimento da campanha Agosto Lilás, orientando sobre como as vítimas devem proceder em casos de violência, incluindo o pedido de medidas protetivas. Ele ressaltou a importância do trabalho em rede com o Conselho Tutelar e a educação, salientando que crianças podem mostrar indícios de comportamento agressor em casa através de seu comportamento na escola. Ele também enfatizou que a violência contra a mulher persiste mesmo em tempos modernos e que todo tipo de violência deve ser denunciado.

A Dra. Lorena Taveira esclareceu os tipos de violência doméstica, que incluem a física, moral, patrimonial, sexual e psicológica. Ela destacou os sinais de alerta para identificar possíveis agressores, como comportamento controlador e ciúmes excessivos, e também os sinais de alerta para as vítimas, que muitas vezes apresentam baixa autoestima e se isolam de familiares e amigos, sentindo vergonha.

Arte e Poesia: Um Tributo às Mulheres

O evento também foi enriquecido pela declamação de um poema de autoria do Prof. Luís Emanoel, intitulado “Combate à Violência Doméstica”. Uma expressão artística que reforça a importância de combater essa triste realidade.

Palestra Magna: Elenízia da Mata e a Luta Pela Igualdade Social

A palestra magna do evento foi conduzida pela vereadora do Município de Goiás, Elenízia da Mata, uma defensora incansável da igualdade social e do fim da violência doméstica. Ela abordou os diversos tipos de violência que afetam as mulheres e compartilhou suas próprias experiências na luta contra a violência. Elenízia enfatizou a necessidade de empoderamento das mulheres e a importância de ter mais representatividade feminina na política. Além disso, ela falou sobre a sororidade, destacando a importância da união das mulheres em busca de um mundo mais igualitário. A palestra foi seguida de uma sessão de perguntas e respostas, que promoveu um diálogo valioso.

Homenagem e Reconhecimento

No encerramento do evento, a Coordenadora do CRAS Ana Carolina, prestou uma emocionante homenagem à vereadora Elenízia da Mata pelo seu inspirador discurso e pela sua dedicação à causa. Essa celebração foi uma forma de reconhecer o comprometimento da vereadora e de todos os envolvidos na campanha Agosto Lilás, reforçando o compromisso da cidade em combater a violência doméstica.

A Campanha Agosto Lilás deste ano não apenas trouxe à luz a necessidade de combater a violência doméstica, mas também inspirou a comunidade a se unir, aprender e agir contra esse problema persistente. Ficou claro que, juntos, podemos criar um ambiente mais seguro e igualitário para todos.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Pular para o conteúdo